OITO DICAS DE CLER BARBIERO SOBRE ABUNDÂNCIA.

 

 

 

 

 

 

 

1. Vivemos num paradigma de escassez que não é próprio da Natureza. Observe a Natureza: um só fruto, através de sua semente, pode gerar várias árvores e estas, por sua vez, centenas de frutos e novas sementes. A biologia do mundo tem ABUNDÂNCIA para todos os lados. O paradigma da escassez serve ao consumo, pois mantém você sempre com o foco no que está faltando e não no que está abundante.

2. Se o dinheiro estiver em qualquer outro lugar que não seja LIBERDADE, está no lugar errado. Se está no lugar da limitação, da preocupação, do tentar tapar um buraco emocional, está em desequilíbrio. A forma como você lida com a energia do dinheiro dá grandes dicas do que foi ferido e precisa atenção e cura, portanto, pode ser um Caminho evolutivo muito importante.

3. Ainda sobre dinheiro: o mais importante não é quanto você ganha (que, naturalmente, tem que ser mais do que suficiente para suas despesas), mas que haja FLUXO DE DINHEIRO. A cada vez que você fica um período sem ganhar nenhum dinheiro, coloca as despesas na frente e compromete o futuro. Quando a situação se restabelece, em vez de manter o “cinto apertado” até que a balança entradas/saídas se equilibre, você retorna rapidamente ao nível de gastos anterior e continua jogando despesas na frente, geralmente usando cartão de crédito e o limite do cartão de crédito – dois dos juros mais exorbitantes deste mundo.

4. E mais ainda sobre dinheiro: existe uma planilha básica que é ENTRADAS/SAÍDAS/RESULTADO FINANCEIRO que deve ser feita todo mês. Assim você tem uma ideia onde e como está gastando seu dinheiro. Se você tem aquele perfil que SEMPRE gasta mais do que ganha, não há matemática financeira que dê jeito. Para “domar” a lida inadequada com o dinheiro, é preciso a disciplina de um yogue e a força de um samurai!

5. Não há nenhuma resposta que não esteja dentro. Então, provoque suas crenças; mexa nas águas paradas do pensar convergente, fixo; enfraqueça ou quebre partes dos alicerces que construíram ideias do tipo: “não posso, não darei conta”; “não depende de mim, estou refém desta situação”; “estou impotente diante de mim mesmo”; “não sou bom o suficiente”; “não mereço”; “sinto-me culpado por ser feliz”; “sou feliz, conquistei o que queria, agora preciso preparar-me, pois logo tudo será tirado de mim.” A lista destas frases costuma ser interminável, e nenhuma delas serve a você e à sua Abundância, Querida Pessoa.

6. No amor, esteja muito atenta (o) e consciente das armadilhas em que você mesmo se põe e da ação do Grande Boicotador Interno. E não se deixe levar – avalie a possibilidade de “cortar pela raiz” um relacionamento que repete o mesmo padrão destrutivo de outros. Não se assuste com a solidão – ela tem mil aspectos maravilhosos. Amplie amigos, viaje, esteja acompanhada (o) de pessoas queridas, para deixar que a “solidão” vire “solitude”. Enquanto o amor não vem, dê uma espiada como a sua vida já é maravilhosa. Se ainda não é, arregace as mangas. Assim, quando seu amor chegar, ao invés de trazer a felicidade na bandeja, vai somar com a felicidade que você já tem e juntos farão um banquete!

7. Sabemos que estamos no bom caminho quando somos capazes de fazer escolhas amorosas. Quando, nos resultados alcançados, a principal pessoa beneficiada sou eu. Não se trata aqui de uma apologia ao egoísmo, pois se houve a “impecabilidade do guerreiro”, condição imprescindível para o verdadeiro avanço evolutivo, todos ao meu redor estarão igualmente abundantes e felizes.

8. Não hesite em diminuir, espremer, mudar e tomar decisões radicais que fazem as coisas ficarem mais simples e “manejáveis”, em qualquer área da sua vida onde esteja experimentando escassez.. O “menos é mais” pode ser uma estratégia passageira ou perene. Quanto menos peso carregamos, quanto mais simples é nossa vida, mais velocidade e fluxo temos!

Quer aprofundar o assunto? Aqui:

http://clerbarbiero.blog.br/dinamicas-interpessoais/dividas-dinheiro-outras-armadilhas/

http://clerbarbiero.blog.br/espiritualidade/menos-ainda-e-muito/

http://clerbarbiero.blog.br/espiritualidade/o-dinheiro-se-desmaterializou/

 

Dúvidas sobre qual floral é o mais indicado para você?

Envie uma mensagem para nós, ou preencha o formulário de contato e seja orientado por nossa Terapeuta Responsável.

48 9 9611-7243
48 3237-4387 | 48 3232-6253